Capitu Diadorim sem glúten é uma Belgian Saison, alegre, refrescante e leve com sabor intenso e notas frutadas

capitu-diadorim-sem-glutenA Cerveja Capitu, em parceria com a Better Food for You, empresa especializada em alimentos saudáveis, lança sua primeira cerveja artesanal sem glúten. A Capitu Diadorim sem glúten é uma Belgian Saison desenvolvida para paladares exigentes e produzida para quem busca uma vida com mais harmonia sem abrir mão de vivenciar os sabores intensos de uma cerveja artesanal.

Em meio aos caprichos de sua levedura belga, é uma cerveja com sabor intenso e notas frutadas. A receita leve e aromática possui como um de seus ingredientes principais a mandioquinha, naturalmente sem glúten, proporcionando à bebida um sabor sutil e aveludado e garantindo drinkability e muita refrescância. Seus sabores condimentados aparecem com o delicado e intenso sabor maltado.

Nativa da América do Sul, e difundida por todo o Brasil, a mandioquinha é um alimento fonte de carboidratos naturais que, além de secar e suavizar o corpo da cerveja, também agrega alguns encantos, intensificando as notas “terrosas” frequentemente presentes em uma Saison. A mandioquinha, por ser constituída quase que inteiramente por carboidratos naturais fermentáveis, substitui com muita elegância o açúcar que tradicionalmente é incorporado pelos cervejeiros belgas em suas receitas, a fim de obter um final mais seco.

“Pessoas próximas, amigos e parentes amantes da cerveja artesanal, pediam constantemente para que desenvolvêssemos uma cerveja sem glúten que fosse saborosa e que tivesse proximidade sensorial com a velha e boa cerveja tradicional”, explica Frederico Ming, sócio fundador da Cerveja Capitu.

A cervejaria utiliza a mesma receita da sua clássica Diadorim, utilizando ingredientes tradicionais como malte de cevada, lúpulo e levedura, para produzir a receita sem glúten. A diferença está na técnica de quebra do glúten da cevada durante o processo cervejeiro, garantindo assim, que ela possa ser apreciada tanto pelos amantes da cerveja artesanal, quanto por aqueles que possuem alguma intolerância alimentar ou simplesmente optou por retirar a proteína da dieta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 3 =